Chanceler egípcio é atacado em mesquita de Jerusalém

Manifestantes muçulmanos atacaram ochanceler egípcio Ahmed Maher nesta segunda-feira quandoele tentava rezar na mesquita de Al-Aqsa, um dos locais maissagrados do islamismo, na cidade velha de Jerusalém, informaramtestemunhas. De acordo com os relatos, extremistas islâmicos tentaramatacá-lo e os seguranças o retiraram rapidamente do local. Eleteria dito "estou sufocando, estou sufocando" quando era levadopelos guarda-costas. Um comboio levou Maher imediatamente para um hospitalisraelense. Segundo uma das testemunhas, ele não ficou ferido, masfoi levado ao hospital porque alegou não estar passando bem. Maher viajou hoje a Israel para conversar com líderes locaissobre a retomada das negociações de paz com os palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.