Chanceler espanhol discutirá direitos humanos em Cuba

O estímulo à cooperação e a situação dos direitos humanos são alguns dos temas na agenda da visita oficial a Cuba do ministro de Assuntos Exteriores da Espanha, Miguel Angel Moratinos.Moratinos chegou neste domingo, 2, a Havana para uma visita de dois dias acompanhado pelas secretárias de Estado para a Ibero-América, Trinidad Jiménez, e de Cooperação, Leire Pajín.Serão realizados encontros com o presidente interino de Cuba, Raúl Castro, o chanceler Felipe Pérez Roque, e os vice-presidentes Carlos Lage e José Ramón Fernández. A agenda inclui assuntos de interesse bilateral, cooperação e relações econômicas e outros mais delicados, como a situação dos direitos humanos na ilha.A secretária ressaltou ainda que a visita tem o objetivo de "fortalecer a relação bilateral e consolidar a presença institucional".Embora não estejam previstos encontros com a dissidência, o tema será discutido, e o governo espanhol não descartou a possibilidade de contato de algum membro da delegação de Moratinos com opositores. "O governo sempre procurou manter contato com todos os setores da sociedade cubana, e queremos continuar fazendo isso", disse Jiménez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.