Chanceler francês se reúne com líderes palestinos

O ministro do Exterior francês, Dominique de Villepin, reuniu-se com líderes palestinos em Ramallah e reiterou a disposição de seu país em ajudar o povo palestino a conseguir um Estado independente. De Villepin encontrou-se hoje com Yasser Arafat, apesar de objeções israelenses.As conversações ocorreram um dia depois de o gabinete de Israel aceitar, sob condições, o "roteiro" para a paz no Oriente Médio, apoiado internacionalmente. Numa entrevista coletiva com Arafat, de Villepin disse que a prioridade agora é a implementação prática do plano."O roteiro foi aceito pelas duas partes. Ele tem de ser aplicado", considerou. "Cada lado tem de assumir suas responsabilidades". Pedindo aos palestinos para "travar uma luta definitiva e incansável contra o terrorismo", ele também lembrou que Israel tem de suspender suas operações militares nas áreas palestinas e congelar a construção de assentamentos na Cisjordânia.Arafat disse que aplaudirá um encontro entre o presidente dos EUA, George W. Bush, e os primeiros-ministros israelense, Ariel Sharon, e palestino, Mohamoud Abbas. O chanceler de Israel, Silvan Shalom, afirmou hoje que a reunião de cúpula provavelmente será realizada na Jordânia. Arafat acrescentou que espera um encontro entre Sharon e Abbas "nas próximas 48 horas ou menos". Mais cedo, autoridades estimaram que a reunião, a segunda em dez dias, seria nesta terça-feira.Depois de conversar com Arafat, Abbas e o chanceler palestino Nabil Shaath, De Villepin visitou o campo de refugiados de Amari, nas proximidades de Ramallah. Dezenas de crianças palestinas agitando bandeiras francesas e palestinas saíram às ruas para receber o chanceler da França e sua comitiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.