Chanceler renuncia em meio a protestos

O chanceler da Tailândia, Tej Bunnag, renunciou ontem ao cargo, informou a mídia local. A renúncia representa outro duro golpe para o primeiro-ministro Samak Sundaravej, um dia após ele decretar estado de emergência para conter os manifestantes que exigem sua renúncia. Sundaravej disse ontem que a crise política é uma vergonha para o país, mas reiterou que não vai renunciar ou dissolver o Parlamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.