Chanceler russo desiste de ir a encontro da Otan

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, desistiu de participar de um encontro do conselho da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e da Rússia marcado para o dia 19 de maio, em Bruxelas. A decisão é um protesto contra exercícios militares que a Otan realizará na Georgia a partir de amanhã até o dia 1º de junho, e contra a expulsão, na semana passada, de dois diplomatas russos de seus quartéis generais. A Rússia se opõe ao que considera interferência do ocidente em sua esfera de influência, e é contrária aos esforços da Georgia para integrar a Otan.

AE-AP, Agencia Estado

05 de maio de 2009 | 14h06

Segundo uma porta-voz da Otan, a organização lamenta a decisão de Lavrov "porque há muitas questões de interesse comum que poderiam ser discutidas entre Otan e Rússia". Na semana passada, a Rússia e a Otan retomaram contatos formais que haviam sido suspensos desde a guerra entre Rússia e Georgia em agosto do ano passado. Ex-repúblicas soviéticas que são integrantes ou parceiras da Otan decidiram não participar dos exercícios militares na Geórgia.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaOtanLavrov

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.