Chanceler turco será candidato único à Presidência do país

O atual ministro de Relações Exteriores da Turquia, Abdullah Gul, foi nomeado nesta terça-feira, 24, candidato à Presidência do país pelo governante Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP)."Após todas as consultas que fiz, um nome surgiu como candidato à Presidência. É meu irmão Abdullah Gul, com quem fundamos juntos este movimento político", disse o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, ao anunciar publicamente a candidatura.Gul será assim o único candidato ao cargo mais importante dopaís. No dia 16 de maio ele deverá assumir a chefia do Estado.O processo eleitoral terá quatro rodadas: nos dias 27 de abril e 2, 9 e 15 de maio. O candidato eleito receberá o cargo do atual presidente, Ahmet Necdet Sezer.Com a decisão, os três líderes do AKP controlam os três cargos mais importantes da República. Erdogan é o chefe de Governo; Bulent Arinc, o porta-voz do Parlamento; e Gul será presidente.A presença de lídees do AKP nos postos-chave desagrada aossetores seculares. Eles consideram que o partido é islâmico e ameaça os princípios laicos da República.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.