AP Photo/Pavel Golovkin
AP Photo/Pavel Golovkin

Chanceler venezuelana diz que Brasil é vergonha mundial

'Todos os dias seus políticos estão metidos em escândalos depois do golpe de Estado contra Dilma Roussef'

O Estado de S.Paulo

07 de março de 2017 | 17h03

CARACAS - A ministra de Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, disse na segunda-feira, 6, que o Brasil se converteu numa "vergonha mundial" com o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A chanceler, que também criticou outros líderes sul-americanos, como os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, e do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, também atacou o presidente Michel Temer. 

"Temos de dizer. Lamentavelmente, o Brasil é uma vergonha mundial. Todos os dias seus políticos estão metidos em escândalos depois do golpe de Estado contra Dilma Rousseff, disse Delcy.

Ainda de acordo com Delcy, todos os funcionários do atual governo brasileiro são corruptos e disse que novos casos de corrupção envolvendo políticos devem vir a público. 

"Se não é o presidente, é algum ministro ou parlamentar", acrescentou a ministra. "A eles não importa nada, porque estenderam o tapete vermelho para a direita imperialista."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.