Chávez acusa Igreja de fazer 'chantagens'

VENEZUELA

, O Estado de S.Paulo

12 de julho de 2010 | 00h00

O presidente Hugo Chávez (foto) voltou ontem a atacar a Igreja Católica, afirmando que a instituição tenta fazer "chantagens" e estabelecer um poder paralelo na Venezuela. As declarações foram feitas em sua coluna dominical "Las Líneas de Chávez". O presidente, porém, sublinhou que suas críticas eram contra a hierarquia eclesial, pois "a Igreja somos todos nós". O principal alvo dos ataques foi o cardeal Jorge Urosa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.