Chávez acusa Israel de realizar 'massacre' em Gaza

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, acusou Israel hoje de realizar um "massacre" na Faixa de Gaza e exortou as nações a pedirem o final imediato da invasão ao território palestino. Chávez disse que Israel realiza "um verdadeiro massacre" e que os bombardeios "feitos a cada 15 minutos, agora a invasão terrestre à Faixa de Gaza... São apoiados e impulsionados pelo governo dos Estados Unidos"."É preciso denunciar o governo de Israel como um governo assassino, um governo genocida e o mundo inteiro deveria se colocar em pé, as Nações Unidas, os governos deste continente, da Europa, do Oriente Médio, os grandes países do mundo, deveríamos todos nos pronunciarmos e exigir que cesse a invasão da Faixa de Gaza e o assassinato de milhares de inocentes", disse o mandatário venezuelano.Chávez disse que as ações militares de Israel poderão se estender a outros países e conjecturou que "não se sabe quais outros planos têm Israel e os EUA para estender a guerra no Oriente Médio e em outras parte do mundo". Chávez disse que a ofensiva israelense é uma ação "criminosa" que tenta aniquilar a "esperança de vida de um povo inteiro".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.