Chávez afirma que EUA "roubou" mísseis da Bolívia

O presidente venezuelano Hugo Chávez disse que os EUA "roubaram" da Bolívia um lote de mísseis de fabricação chinesa que fazia parte do arsenal militar do país andino.Ao falar com os jornalistas após uma reunião com os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Néstor Kirchner, da Argentina, o líder venezuelano afirmou que baseou no incidente a denúncia, feita há alguns dias em Caracas, de que os Estados Unidos tentam desestabilizar o presidente eleito boliviano Evo Morales.O líder venezuelano destacou que a América do Sul precisa se proteger das "infiltrações da CIA". "O chefe do exército da Bolívia entregou alguns mísseis ao embaixador dos EUA quando percebeu que Evo ganharia (as eleições de 18 de dezembro), para que ele não contasse com os mísseis. Isso é um roubo. Os Estados Unidos roubaram esses mísseis da Bolívia. São ladrões internacionais", disse o mandatário.Foi por esse motivo, continuou Chávez, que ele insiste em dizer que a "CIA está se movendo para angariar militares golpistas na Bolívia".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.