Chávez ainda não decidiu se reconhece presidente eleito do México

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, expressou nesta terça-feira sua preocupação com o atual clima político no México e afirmou que ainda mantém sob avaliação o reconhecimento do conservador Felipe Calderón como presidente eleito deste país."Hoje o México vive situações difíceis, não gostaria de me intrometer nos assuntos internos do México, mas claro que nos preocupa a situação atual, e as circunstâncias como se desenvolveu o processo eleitoral", disse Chávez em um discurso televisionado.Chávez indicou que seu governo está muito preocupado com as "fortes denúncias e evidências de coisas estranhas que podem ter acontecido naquele processo eleitoral"."Nós estamos avaliando, a Venezuela ainda não reconheceu o novo governo do México", afirmou o presidente ao se referir a Calderón, que foi proclamado na semana passada pelo Tribunal Federal do México como o vencedor das eleições presidenciais de 2 de julho. O resultado é contestado pelo candidato de esquerda Andrés Manuel López Obrador.O México e a Venezuela congelaram suas relações diplomáticas em novembro de 2005, quando foram retirados os embaixadores após críticas de Chávez a seu colega mexicano, Vicente Fox, a quem chamou de "cachorro do império". Desde então, as relações se mantêm reduzidas a representes de comércio e negócios.A disputa começou com as posições contrárias de Fox e Chávez sobre o livre comércio na região durante a 4ª Cúpula das Américas em Mar del Plata (Argentina). Chávez é veementemente contrário à Alca, grupo do qual o México faz parte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.