Chávez anuncia reforma de gabinete, com substituições e criação de ministérios

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou ontem uma reforma no governo, com a criação de um novo ministério e a substituição dos titulares de várias pastas, alguns dos quais serão candidatos nas eleições legislativas de setembro. Chávez acabou com o Ministério de Obras Públicas e Moradia, criado em 2004. Em seu lugar, criou os ministérios de Transporte e Comunicações e o de Casa e Habitação. Diosdado Cabello, até então ministro de Obras Públicas e Moradia, é um dos candidatos a deputado indicados por Chávez. Considerado um dos homens mais próximos do presidente, Cabello lidera a lista de candidatos governistas no Estado de Monagas. Segundo fontes do governo, as mudanças buscam "melhorar o atendimento nos serviços públicos". Mas, para a oposição, Chávez busca homens de confiança concorrendo nas eleições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.