Chávez apresentará protesto contra tratamento sofrido por chanceler em NY

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta terça-feira que convocará o embaixador dos Estados Unidos em Caracas e apresentará um protesto formal contra o tratamento sofrido por seu chanceler em um aeroporto de Nova York.Falando a jornalistas no palácio do governo, em Caracas, Chávez disse que já passou "uma borracha no assunto". Mas afirmou que seu governo irá "redigir uma nota de protesto...e nessa nota estará claro que se isso voltar a se repetir, nós seremos obrigados a tratar da questão de forma eqüitativa, pelo menos, seja quem for".Sem fornecer detalhes, Chávez afirmou que "será chamado o embaixador dos Estados Unidos na Venezuela (William Brownfield)" para que forneça explicações sobre o incidente.Sábado passado, o chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, foi detido durante uma hora e meia por funcionários de imigração no Aeroporto Internacional John F. Kennedy. Segundo o chefe da diplomacia venezuelana, os agentes o destrataram, o revistaram e queriam que ele se despisse.O incidente aumentou ainda mais as tensões entre os Estados Unidos e a Venezuela, depois que Chávez chamou seu colega americano, George W. Bush, de "diabo" durante seu discurso na Assembléia Geral da ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.