Chávez brinca sobre aliar-se a Obama pelo beisebol

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, lamentou a exclusão do beisebol e do softbol da programação dos Jogos Olímpicos de Londres e brincou que seu homólogo norte-americano, Barack Obama, deveria forjar uma aliança com os governos venezuelano e cubano para que esses esportes regressem na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

AE, Agência Estado

30 Maio 2012 | 14h58

"Lamentavelmente não teremos o softbol este ano (em Londres), pois o sacaram da Olimpíada. Também não haverá beisebol", lamentou Chávez na noite de terça-feira, após uma reunião com seu gabinete de ministros. O beisebol e o softbol são esportes muito populares nos Estados Unidos, no Japão, na Venezuela e em Cuba.

"Obama, vamos nos aliar" para que esses esportes voltem para a programação dos Jogos Olímpicos, brincou Chávez inesperadamente, provocando risos entre os que o ouviam.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu, quatro anos atrás substituit o beisebol e o softbol pelo golfe e pelo rúgbi. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Venezuela Chávez Obama beisebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.