Chávez comemora "surra" recebida por partido de Bush

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, comemorou nesta quarta-feira a "surra" recebida pelo Partido Republicano nos Estados Unidos. Para Chávez, a vitória democrata foi um "voto de castigo" às políticas de George W. Bush. "É um castigo sem dúvida contra a guerra do Iraque, contra os escândalos de corrupção que rondaram o governo dos EUA", disse o venezuelano, que periodicamente troca farpas com o governo americano. Chávez, além de dizer que Bush aplica "o terrorismo contra seu próprio povo", lembrou que o país investe muito dinheiro em "armas, bombas, invasões e mortes" e foi incapaz de prevenir a "tragédia do Katrina", referindo-se ao furacão que deixou mais de 1.800 mortos. "Vemos isso com otimismo pelo povo do Iraque", afirmou Chávez, acusando autoridades próximas a Bush de encherem seus bolsos com lucros de contratos governamentais para reconstrução da infra-estrutura do Iraque. "É uma máfia que destrói cidades para depois reconstruí-las, como se fosse um negócio".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.