Chávez considera 'estranha' sucessão de diagnósticos

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, qualificou como "estranha e difícil de explicar" a sucessão de diagnósticos de câncer em líderes políticos latino-americanos. "Seria estranho se tivessem inventado uma tecnologia para induzir câncer e ela fosse desconhecida até hoje?", questionou. "É muito estranho que tenhamos desenvolvido câncer eu, Lugo, Dilma... há poucos dias Lula e, agora, Cristina."

O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2011 | 03h06

"Fidel disse-me um dia: tome cuidado, você que sai por aí abraçando todo mundo, cuidado com o que lhe dão de comer, ou com uma pequena agulha", relatou Chávez, ressaltando que não está "levantando acusações".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.