Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Chávez contrata 200 ajudantes para responder mensagens do Twitter

Página de presidente da Venezuela já é a mais seguida no país, à frente de emissora de TV

BBC Brasil, BBC

09 Maio 2010 | 18h21

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse ter contratado 200 pessoas para ler as mensagens que recebe em sua conta de Twitter, aberta há pouco mais de uma semana.

A conta de Chávez já é a mais seguida do país com 255.374 mil seguidores no domingo, ultrapassando a da TV Globovision.

Com o nome de @chavezcandanga, a conta do presidente venezuelano tem atraído cerca de 20 mil novos seguidores diariamente. A equipe de ajudantes de Chávez o ajudará a responder às mais de 50 mil mensagens que já recebeu.

Incentivo

O líder venezuelano disse que cerca de 18% das mensagens que recebe são hostis e que estas lhe fazem dar risada ou responder com piadas.

Chávez anunciou em abril sua intenção de abrir a conta no Twitter, para levar sua "luta à internet", apesar de já ter considerado bloquear o site no passado.

A iniciativa de Chávez levou o porta-voz do departamento de Estado americano, PJ Crowley a aderir também ao site. "Com @chavezcandanga entrando em campo, como poderia eu resistir?" publicou Crowley em sua página no dia 3 de maio.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.