Chávez critica Calderón e elogia Lula em programa de rádio

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, criticou neste domingo, 28, seu colega do México, Felipe Calderón, por promover seu país supostamente às costas dos outros, enquanto elogiou a postura do governante brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.Chávez afirmou que Calderón "parece seguir o mesmo caminho" de seu antecessor, Vicente Fox, a quem chamou de "filhote" do imperialismo.Em seu programa dominical de rádio e televisão, "Alô, presidente!", Chávez fez um elogio ao presidente Lula, por defendê-lo quando foi pressionado. "(Lula) saiu em minha defesa" e, apesar de "tentarem provocá-lo para que dissesse algo negativo sobre Chávez", ele se negou, porque "Lula é Lula, um ser humano firme, sólido".No Fórum de Davos, Calderón disse que o México era a esperança do futuro da América Latina e, segundo Chávez, disparou contra Venezuela, Bolívia e Argentina."Em Davos, disse que o México é a esperança do futuro. Tomara! Como nós amamos o México! Mas eu tenho grandes dúvidas, pelo caminho que é seguido, que esse seja o futuro do México, subordinado ao imperialismo, ao capitalismo mundial e dizendo mentiras ao mundo (...) para justificar a Alca", a Área de Livre-Comércio da América Latina, promovida pelos Estados Unidos.Após lembrar suas discussões com o ex-presidente mexicano Vicente Fox, a quem chamou de "filhote do império", Chávez disse que Calderón "parece seguir pelo mesmo caminho", e em Davos foi "triste ver que um chefe de Estado, para tentar projetar seu país, tenha atropelado outros".O governante venezuelano também aproveitou seu programa semanal para lembrar as "situações um pouco estranhas" que levaram Calderón ao poder, em alusões às polêmicas eleições presidenciais mexicanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.