Divulgação/Palácio de Miraflores/Reuters
Divulgação/Palácio de Miraflores/Reuters

Chávez desmente vinda ao Brasil e diz que seguirá tratamento em Cuba

Presidente venezuelano pediu permissão ao Parlamento para sair novamente do país

Claudia Jardim, BBC

15 de julho de 2011 | 19h36

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou na noite desta sexta-feira, 15, que viajará a Cuba para continuar a se tratar contra o câncer, desmentindo informações de que faria seu tratamento no Brasil.

 

Chávez pediu autorização do presidente do Parlamento venezuelano para que possa sair novamente do país. Segundo o presidente, essa nova fase do tratamento, a ser realizada em Cuba, inclui a quimioterapia.

 

Notícias divulgadas pela imprensa brasileira davam conta que Chávez daria continuidade a seu tratamento no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

 

Durante recente visita à ilha cubana, o líder venezuelano foi diagnosticado com câncer e teve de ser submetido a uma cirurgia de emergência para retirar um tumor.

 

Até agora Chávez não deu detalhes sobre a localização do tumor - que segundo informação oficial estava alojado na região pélvica - e limitou-se a negar rumores de que o tumor teria afetado o cólon e estômago.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.