''Chávez, devolva a polícia'', diz eleito

Prefeito quer força de volta para combater crime na capital

AP e Efe, Caracas, O Estadao de S.Paulo

08 de dezembro de 2008 | 00h00

O prefeito de Caracas, o oposicionista Antonio Ledezma, pediu ontem em seu discurso de posse que o governo do presidente Hugo Chávez lhe devolva a autoridade sobre a Polícia Metropolitana (PM) para que possa enfrentar os alarmantes índices de violência da capital. Pouco antes de Ledezma assumir o mandato, Chávez transferiu a responsabilidade sobre a polícia ao Ministério do Interior, instância federal. "Peço ao presidente que devolva à Caracas sua PM", disse Ledezma. Desde sua eleição, há dez anos, Chávez não foi capaz de conter o brusco aumento da violência na Venezuela. Os assassinatos subiram de 6 mil em seu primeiro ano de governo, em 1999, para 13 mil, no ano passado. Em Caracas, a violência é ainda maior: 130 homicídios por 100 mil habitantes - na cidade do Rio de Janeiro são 37 por 100 mil habitantes.Um dos principais líderes da oposição, Ledezma derrotou no Distrito Federal o governista Aristóbulo Istúriz nas eleições do dia 23. Partidários de Chávez venceram em 17 dos 22 Estados, mas perderam nas regiões e cidades mais importantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.