Chávez diz que rejeita pedido de referendo

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse, em Havana - onde está em visita oficial -, que não aceitará a validade das assinaturas colhidas pela oposição para a convocação de um referendo revogatório, ainda que o Conselho Nacional Eleitoral as declare válidas. "Já provamos que eles (os opositores) cometeram fraude", disse Chávez. "Algumas assinaturas foram copiadas de correntistas em bancos e muitas delas são de pessoas mortas." O CNE deve decidir nos próximos dias sobre se acata ou não as mais de 3 milhões de subscrições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.