Chávez diz que se elegeu porque tentou golpe

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje, durante primeira rodada de sessões do Grupo do Rio, que somente chegou ao poder, pelas vias democráticas, porque anteriormente havia liderado uma tentativa de golpe. Chávez fez esta declaração, que provocou constrangimento entre os outros presidentes integrantes do Grupo, quando argumentava em favor da inclusão da democracia participativa no texto final da declaração dos 19 presidentes deste grupo, conforme informou à Agência Estado uma fonte que participou da reunião.Naquele momento, o presidente do Uruguai, Jorge Battle, havia questionado Chávez sobre o motivo de estar defendendo o modelo de democracia participativa se ele havia sido eleito de acordo com os instrumentos da democracia representativa. Chávez respondeu: "Só cheguei à Presidência porque antes peguei no fuzil".Hugo Chávez foi eleito presidente da Venezuela em novembro de 1998. Em 1992, como coronel do exército venezuelano, liderou tentativa de golpe militar. O grupo do Rio, criado há 15 anos, como mecanismo de discussão e acertos políticos entre países da América Latina e Caribe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.