Chávez diz ter conseguido prejudicar EUA

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse neste domingo que o país conseguiu o objetivo de prejudicar o "império" dos Estados Unidos, ao apresentar sua candidatura a um posto no Conselho de Segurança da ONU. "Já não podem nos derrotar, pois mesmo que a Venezuela não ingresse no Conselho de Segurança, o dano ao império (dos EUA) já está feito, e esse era nosso objetivo", disse Chávez, em um ato eleitoral com mulheres. "Nesta quarta-feira, continua a batalha na Assembléia da ONU, e a Venezuela não se renderá. Já demos uma lição no império dos Estados Unidos, que, como disse o grande líder chinês Mao Tse Tung, é um tigre de papel", disse o presidente. "Temos o diabo amarrado pelo rabo", concluiu Chávez, sobre as sucessivas votações infrutíferas registradas até agora."O mundo viu que um pequeno país como a Venezuela enfrentou o império mais poderoso da Terra e o tem conseguido deter, graças ao apoio de nossos amigos no mundo", acrescentou Chávez. Venezuela e Guatemala concorrem a uma cadeira não-permanente no Conselho de Segurança da ONU. A vaga serão ocupada por um país da América do Sul, e tem prazo de dois anos. Nenhum dos dois países atingiu ainda os dois terços dos votos necessários para ocupar o posto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.