Chávez diz ter informações sobre planos para assassiná-lo

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, revelou neste sábado, 24, ter informações recentes sobre novos planos de assassinato contra ele, mas não deu mais detalhes, mas disse que isso diz respeito "às forças" acumuladas por seu governo."O governo revolucionário está mais fortalecido do que nunca", tanto no país como no exterior, razão pela qual - ressaltou em entrevista coletiva - "estão sendo preparados planos de assassinato", um dos quais "aumentou nos últimos dias e meses"."Eles (seus inimigos e opositores) não descansarão em seu empenho de eliminar-me fisicamente", e para isso "têm apoio externo", disse. Chávez também lembrou a recente detenção do ex-chefe do escritório de inteligência do Estado colombiano, Jorge Noguera.Noguera, ex-diretor do Departamento Administrativo de Segurança (DAS), foi detido esta semana por supostas ligações com grupos paramilitares, e Chávez sugeriu que poderia estar envolvido em um dos planos contra ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.