Chávez estuda substituição de presidente da PDVSA

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, está estudando a possibilidade de substituir o presidente da estatal Petróleos de Venezuela SA (PDVSA), disse um porta-voz do governo. O atual presidente da companhia, Alí Rodríguez, seria substituído pelo ministro de Infraestruturas, Diosdado Cabello, um membro importante do partido de Chávez, segundo o porta-voz. Ele não disse quando o anúncio seria feito. Cabello, que foi vice-presidente da Venezuela e ministro do Interior antes de ser apontado para o cargo atual, é um dos mais fiéis aliados políticos de Chávez. Rodríguez foi nomeado presidente da PDVSA em maio de 2002, após ter sido secretário-geral da Opep. A decisão de substituí-lo vem num momento em que o governo de Chávez está reestruturando a compnhia após uma greve de dois meses entre o fim do ano passado e começo deste, que paralisou a produção de petróleo no país. Chávez demitiu cerca de metade da força de trabalho de 36 mil pessoas da PDVSA, por adesão à greve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.