, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2010 | 00h00

A Venezuela extraditou ontem três guerrilheiros para a Colômbia. Segundo o Ministério do Interior, eles são acusados de sequestro e resistência à prisão e cometeram "crimes graves" no país vizinho. Oswaldo Espinoza pertence às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Nelson Navarro e Priscila Ayala ao Exército de Libertação Nacional (ELN). A extradição reforça a retomada das relações entre os dois países, após a posse do presidente Juan Manuel Santos. As relações foram rompidas em julho, após Bogotá acusar Caracas de abrigar guerrilheiros das Farc na Venezuela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.