Chávez faz ameaça a opositores

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ameaçou ontem cortar verbas dos Estados que elegerem oposicionistas nas eleições em novembro. "Para que enviar recursos (aos Estados opositores)? Para que os roubem, para que conspirem contra mim? Não", disse o presidente durante um comício do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), em Carabobo, norte do país.Chávez também prometeu criar uma versão local do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) brasileiro. O projeto de Chávez foi batizado de Programa de Aceleração do Desenvolvimento Regional (Padre, ou "pai", em espanhol). O presidente, porém, garantiu que as verbas só serão entregues aos Estados onde a oposição não tenha vencido. Segundo Chávez, os opositores "querem ganhar os governos e as prefeituras para lançarem um golpe de Estado" contra ele no ano que vem. "Isso nós não permitiremos", disse. A oposição tentou dar um golpe de Estado em 2002. Dez anos antes, o próprio Chávez havia tentado, sem sucesso, derrubar o governo eleito do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.