Chávez irá explodir poços de petróleo em caso de invasão dos EUA

O presidente venezuelano Hugo Chávez ameaçou, nesta quarta-feira, explodir seus próprios poços de petróleo caso os Estados Unidos ataquem seu país. Em um encontro com líderes sul-americanos para discutir a criação de uma rede regional de gás natural, ele afirmou que a "verdadeira raiz" do conflito entre a Venezuela e os EUA são suas reservas de petróleo e gás natural. "Nós (o povo venezuelano) faremos como os iraquianos. Não temos nenhuma outra alternativa - explodimos nossos poços de petróleo, mas eles não terão esse petróleo." Oficiais norte-americanos negaram veementemente as alegações feitas por Chávez de que os EUA estão planejando invadir a Venezuela para tirá-lo do poder. No encontro, o líder venezuelano previu que os dias de petróleo barato acabaram e que o preço mundial do "ouro negro" continuará crescendo. "A era do petróleo barato acabou. As grandes reservas acabaram; eles estão acabando e o consumo está crescendo." O preço do petróleo bateu o recorde pelo terceiro dia seguido nesta quarta-feira. A redução de fornecimentos no Iraque, Nigéria e no Golfo do México foi responsável pela elevação dos preços. A Venezuela é o quinto maior exportador de petróleo do mundo e é considerado um dos cinco maiores fornecedores do mercado norte-americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.