Chávez: ministro colombiano é 'ameaça para Venezuela'

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou que o ministro da Defesa da Colômbia, Juan Manuel Santos, tenta reavivar as tensões provocadas por um ataque militar no território do Equador, no ano passado. Santos defendeu recentemente a decisão colombiana de lançar um ataque que matou 25 pessoas em uma base rebelde no território equatoriano. "O ministro Santos é uma ameaça para a paz da Venezuela, ele representa a corrente mais fascista da oligarquia latino-americana", disse Chávez. Chávez afirmou que o ministro "deveria medir suas palavras" ou colocaria em risco as relações entre Venezuela e Colômbia. O líder venezuelano afirmou que Santos brincava com "gasolina e fósforos". A Venezuela e o Equador romperam relações diplomáticas com a Colômbia por causa do ataque militar, no qual morreu Raúl Reyes, um dos líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). A Venezuela restabeleceu relações com Bogotá pouco depois da tensão diplomática, mas as relações entre Equador e Colômbia seguem instáveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.