Chávez não encontrará Blair durante visita ao Reino Unido

O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, não se encontrará com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, durante a visita que o governante latino-americano fará ao país, embora as relações entre o Reino Unido e a Venezuela sejam boas.Foi o que disse à EFE a porta-voz da residência oficial do primeiro-ministro. "Mantemos uma relação eficaz em questões como a luta contra o tráfico de drogas e o setor de energia."A mesma fonte esclareceu que Chávez, que chegará a Londres, Inglaterra, no domingo, não se reunirá com Blair porque sua visita é de caráter "particular" e o governo de Caracas "não solicitou nenhuma reunião".Um porta-voz do Ministério britânico de Assuntos Exteriores reiterou que se trata de "uma visita particular" que "não tem nada a ver com o governo britânico".O embaixador da Venezuela no Reino Unido, Alfredo Toro Hardy, ressaltou neste sábado em um comunicado que as relações bilaterais entre as partes são "estáveis", o que se reflete na "cooperação bilateral em muitos assuntos".Visita Chávez começará neste domingo uma visita de dois dias na qual terá como principal anfitrião o prefeito de Londres, Ken Livingstone. O presidente também se reunirá com líderes sindicais e deputados da ala esquerdista do Partido Trabalhista.Apesar da versão oficial sobre as relações bilaterais, a verdade é que Chávez chega à capital britânica após um embate verbal com Blair em fevereiro passado.Durante um discurso no Parlamento, o primeiro-ministro pediu ao governo da Venezuela que cumprisse "as regras da comunidade internacional" caso quisesse ser respeitado no mundo.Chávez respondeu: "Não seja sem-vergonha. O senhor não tem moral alguma para pedir que respeitem as regras da comunidade internacional porque foi um dos que as violaram, atropelando povos no Iraque e em outras partes do mundo."O governante venezuelano também acusou Tony Blair de ser "o principal aliado do maior genocida e assassino que há neste planeta: Mr.Danger Hitler", apelido com o qual se referiu ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush.Nojo No último dia 4, o jornal Financial Times disse que a visita de Hugo Chávez à capital britânica "enojava" Tony Blair. No entanto, a afirmação não foi confirmada oficialmente.Seja como for, a atual visita do presidente venezuelano contrasta com a que fez em 2001, quando desfrutou de uma "afetuosa" reunião com Blair em Downing Street e foi recebido pela rainha Elizabeth II no Palácio de Buckingham.Melhor notíciaKen Livingstone, da ala esquerda do Partido Trabalhista, voltou a elogiar Chávez nos últimos dias, dizendo que o venezuelano foi "a melhor notícia surgida na América Latina em muitos anos".Chávez chegará ao Reino Unido depois de ter sido recebido pelo Papa Bento XVI em Roma nesta semana e após participar da IV Cúpula União Européia, América Latina e Caribe realizada em Viena.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.