Chávez ordena expropriação de hospital em Caracas

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ordenou na segunda-feira, 5, a expropriação de um hospital gerenciado pela Associação Anticâncer da Venezuela, acusando a instituição de fins não lucrativos de falhar em suas obrigações com o Estado.Durante seu programa de rádio "Alô! Presidente", Chávez disse que "chegou a hora de tomar o controle" do hospital Padre Machado, localizado em Caracas, e que não estaria operando com capacidade total há meses por problemas orçamentários.A administração de Chávez deu um suporte financeiro e equipamentos médico ao hospital, uma vez que a associação começou a atrasar salários e outras obrigações. Desde sua reeleição em dezembro, Chávez nacionalizou empresas estratégicas, principalmente as envolvidas nas áreas de telecomunicações e energia elétrica, estimulando que poderia fazer o mesmo com empresas que atuam na área da saúde. Embora fontes do governo dizem que não há planos de confiscar ou privatizar empresas da área de saúde, o plano de expropriação do hospital de oncologia Padre Machado parece ser parte de um programa mais amplo do governo em possuir centros médicos públicos, gerenciados pelo governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.