Chávez ordena expulsão do embaixador dos EUA

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que o embaixador norte-americano tem 72 horas para deixar o país. Ao mesmo tempo, o presidente venezuelano disse que chamou de volta a Caracas o embaixador da Venezuela nos Estados Unidos. Chávez tomou a mesma decisão do presidente da Bolívia, Evo Morales, que ontem ordenou a saída do embaixador norte-americano Philip Goldberg. O presidente da Bolívia acusa o governo dos Estados Unidos de fomentar o separatismo no país, aprofundando a crise boliviana. Segundo Morales, Goldberg conspirou várias vezes com a oposição boliviana. A gota d''água teria sido uma reunião do embaixador norte-americano, na semana passada, com o governador do Departamento (Estado) de Santa Cruz, Rubén Costas, um dos mais ferrenhos opositores a Morales.Em represália, os Estados Unidos anunciaram hoje a expulsão do embaixador boliviano de seu território. Funcionários do Departamento de Estado do governo norte-americano disseram que o embaixador da Bolívia, Gustavo Guzmán, foi convocado e informado que deverá deixar em breve os EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.