Chávez passa por tratamento 'difícil', diz Maduro

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, está passando por um tratamento médico alternativo "difícil e complexo" em Cuba, afirmou o vice-presidente Nicolás Maduro, escolhido a dedo por Chávez como seu sucessor.

AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2013 | 01h20

"Nosso comandante está passando por tratamentos adicionais", disse Maduro na rede de televisão estatal VTV depois de voltar de uma visita não anunciada previamente a Cuba para verificar o estado do presidente.

"Os tratamentos são extremamente difíceis e complexos", afirmou Maduro.

Recusando-se a fornecer mais detalhes sobre o tratamento, o vice-presidente insistiu que Chávez estava enfrentando o tratamento médico com um "espírito de luta". Maduro disse que Adan Chávez, irmão do presidente, o acompanhou em sua viagem a Havana, e que ele se encontrou lá com outros parentes do presidente, assim como sua equipe médica.

O presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, deve visitar Chávez em Cuba nos próximos dias, de acordo com Maduro.

Chávez, de 58 anos, não foi visto ou ouvido desde a sua última operação de câncer em 11 de dezembro, em Havana, e qualquer notícia sobre seu estado de saúde é acompanhada de perto pelos venezuelanos.

O líder venezuelano estava muito doente para participar de própria cerimônia de posse que dava início ao terceiro mandato no dia 10 de janeiro, levando o governo a adiar a tomada de posse indefinidamente sob uma interpretação - muito criticada pela oposição - da Constituição.

Durante a batalha contra o câncer, detectado pela primeira vez em junho de 2011, Chávez recusou-se a abandonar os poderes da presidência. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.