Chávez pede a Obama que 'esqueça o imperialismo'

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, precisa acabar com o desejo americano "de dominar o mundo", disse o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em um evento público. "Eu envio uma mensagem ao presidente eleito dos EUA, o senhor Barack Obama: que ele tome seu lugar na história e esqueça o imperialismo, o desejo dos EUA de dominarem o mundo, e o desejo de abusar das pessoas, bombardear repúblicas e nações e derrubar presidentes", disse Chávez, em discurso na noite de ontem. Chávez também reservou algumas palavras para o presidente americano em fim de mandato, George W. Bush: "Cale-se, Bush. Você não tem mais nada a dizer". Chávez e Bush mantiveram uma conflituosa relação, com o venezuelano acusando seu congênere americano de conspirar para assassiná-lo. Chávez chamou Bush de "diabo" em um discurso feito em 2006 na sede das Nações Unidas.Em meados de setembro, a Venezuela expulsou o embaixador dos EUA em Caracas e Washington respondeu da mesma maneira. De acordo com dados do governo americano, a Venezuela é o quarto maior fornecedor de petróleo aos EUA, após Canadá, Arábia Saudita e México. Apesar da retórica, os EUA permanecem como o maior mercado comprador do petróleo venezuelano. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.