Chávez pede a seguidores que doem bens desnecessários

O presidente venezuelano diz querer ser acompanhado ´por verdadeiros socialistas´

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, recomendou a seus seguidores que abram mão de bens que não usam, como uma geladeira a mais, porque espera que apenas verdadeiros socialistas sejam membros do novo partido que ele está formando. "Quem tem uma geladeira que não precisa, que coloque na praça da vila. Quem tem um caminhão, um ventilador ou um fogão que não precisa, dê alguma coisa. Não sejamos egoístas. Eu exijo isso de vocês", disse Chávez numa cooperativa leiteira, em comentários divulgados na segunda-feira. Chávez prometeu doar US$ 250 mil do próprio bolso. "Vamos ver quem segue o exemplo", acrescentou. O presidente, que vê no líder cubano Fidel Castro seu mentor, nega estar transformando o país, habitado por ávidos consumidores, em um Estado comunista, como dizem seus críticos. Mas, desde que assumiu o poder, em 1999, Chávez propõe medidas cada vez mais radicais para guiar o país ao socialismo. O presidente concentra suas ambições políticas neste ano na formação de um partido governista único, reunindo a miríade de legendas que tradicionalmente o apóiam. As autoridades dizem que milhões de cidadãos já se filiaram ao Partido Socialista Unificado da Venezuela, que Chávez pretende usar como plataforma para governar o país durante décadas. "Se eu terminasse com apenas cinco pessoas se apresentando entre esses 5 milhões, eu já ficaria feliz", disse Chávez no domingo, em declarações distribuídas na segunda-feira pelo governo e publicadas na imprensa local. "Só quero ser acompanhado por verdadeiros socialistas." Críticos de Chávez dizem que suas constantes investidas contra o consumismo de inspiração norte-americana contrastam com o comportamento de altos funcionários do governo, freqüentemente vistos em restaurantes de luxo ou passeando em carros sofisticados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.