Chávez pede permissão para tratar câncer em Cuba

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, pediu permissão à Assembleia Nacional para viajar para Cuba e retomar o tratamento contra um câncer na região pélvica. Chávez, que regressou de Havana à Venezuela em 4 de julho sem aviso, planeja partir rapidamente amanhã para Cuba.

ANDRÉ LACHINI, Agência Estado

15 de julho de 2011 | 20h18

"Eu vou começar o que chamamos de segunda fase deste processo de recuperação. Tenho fé em Deus e em todo o povo que zela por mim", afirmou o mandatário, em comunicado. O presidente venezuelano, que teve um tumor removido em Cuba em 20 de junho, disse que planeja começar a quimioterapia.

Na manhã de ontem, Chávez aceitou um convite da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, para tratar o câncer em um hospital de São Paulo. O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, tratou um câncer linfático no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, nos últimos meses. O governo venezuelano não deu explicação oficial para as mudanças nos planos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdetratamentoChávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.