Palácio de Miraflores/Reuters
Palácio de Miraflores/Reuters

Chávez pede sacrifícios, mas gasta R$ 1,5 milhão por mês, diz deputado

Valos é equivalente a mais de 3.100 salários mínimos venezuelanos, de acordo com relatório

estadão.com.br

23 de dezembro de 2010 | 15h12

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, gastou R$ 18,5 milhões com as despesas da presidência em 2010 ao mesmo tempo em que pediu aos venezuelanos que fizessem sacrifícios e cortassem gastos, informa nesta quinta-feira, 23, o jornal El Universal, citando o relatório de um deputado venezuelano.

 

Segundo o diário, o parlamentar Carlos Barrizbeitia elaborou um documento com os gastos do presidente e constatou que os 3,9 milhões de bolívares fortes (R$ 1,5 milhão) gastos mensalmente por Chávez equivalem a aproximadamente 3.137 salários mínimos venezuelanos. No ano, os gastos presidenciais chegaram a 47 milhões de bolívares fortes.

 

"O presidente Chávez não deu nenhum exemplo de austeridade ao país nem ao resto dos funcionários da administração pública no exercício de suas funções. Fazendo o contrário, ele finaliza este ano com gastos que superam a cifra astronômica de 3,9 milhões de bolívares fortes mensais", afirma Barrizbeitia no relatório.

 

Os gastos de Chávez incluem "agências de festas, alimentos e bebidas, segurança pessoal, despesas do Palácio Presidencial, roupas, serviços de lavanderia e tinturaria, contas de eletricidade e telefone, compra de veículos" e outras coisas.

 

"Senhor presidente, seu exemplo se repete em todos os ministérios. Os impostos são elevados e os mais pobres são prejudicados em vez de haver um ajuste para reduzir o total do dinheiro desperdiçado. Não continue enganando o povo com seu discurso, quando o único que vive como um burguês, com o dinheiro do povo, é você", dispara o parlamentar no final do relatório.

Tudo o que sabemos sobre:
ChávezVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.