Chávez pedirá saída da Corte Interamericana

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, pediu ontem ao chanceler Nicolás Maduro que retire a Venezuela da Corte Interamericana de Direitos Humanos. A decisão foi tomada após Chávez rejeitar o relatório da entidade sobre os atentados de 2003 contra sedes diplomáticas em Caracas, no qual a Venezuela é acusada de violar os direitos humanos de Raúl Díaz Peña, que teria cometido os ataques.

O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.