Chávez poderia ser empossado pela Suprema Corte

O vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que o presidente Hugo Chávez poderia ser empossado pela Suprema Corte mais tarde, se ele não tiver condições de fazer o seu juramento de posse na próxima semana, antes dos legisladores.

EQUIPE AE, Agência Estado

05 de janeiro de 2013 | 00h06

Maduro fez o comentário em uma entrevista transmitida pela TV neste sexta-feira à noite. Ele rejeitou o argumento levantado por alguns líderes de oposição de que novas eleições devam ser convocadas se Chávez não fizer seu juramento de posse agendado para o dia 10 de janeiro, quinta-feira.

O vice-presidente afirmou que Chávez, reeleito presidente, permanece no cargo além da data da posse estipulada pela Constituição, e poderia ser empossado perante o Supremo Tribunal em data a ser definida. Maduro leu em voz alta alguns trechos da Constituição que fazem referência a esses procedimentos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.