Chávez: relações com Colômbia são cada dia piores

As relações diplomáticas entre Venezuela e Colômbia têm esfriado, afirmou hoje o presidente venezuelano, Hugo Chávez. Segundo ele, os vínculos comerciais entre os países serão reduzidos gradualmente, por causa do plano de Bogotá de conceder a forças norte-americanas acesso a suas bases militares. "Cada dia que passa, o frio aumenta", disse Chávez, referindo-se à relação bilateral.

AE-AP, Agencia Estado

30 de agosto de 2009 | 21h04

Os governos de Venezuela e Colômbia expressaram posturas bastante diferentes sobre a questão da presença de tropas dos Estados Unidos em território colombiano. Chávez considerou o acordo em discussão uma ameaça para a Venezuela e afirmou inclusive que há o risco de "uma guerra". Já Bogotá insiste na necessidade de apoio para o combate ao narcotráfico e à guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.