Chávez saúda fim de estátua de Colombo

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, aplaudiu ontem a remoção de uma estátua de Cristóvão Colombo, a quem ele qualificou no passado de "o chefe do maior genocídio da história". A estátua do descobridor da América, instalada em 1898 em um parque em Caracas, foi removida por ordem do prefeito governista Jorge Rodríguez. Chávez sugeriu que em seu lugar seja colocada a estátua de um índio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.