Chávez usa grampo para intimidar rivais

Gravações de telefonemas mostram adversários do governo negociando a compra de artigos de luxo e gado

The Guardian, O Estadao de S.Paulo

18 de novembro de 2008 | 00h00

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, tem divulgado conversas telefônicas grampeadas de seus opositores políticos para causar embaraço e aparentemente intimidá-los antes das eleições regionais de domingo. A TV estatal vem divulgando as as gravações, acompanhadas de efeitos visuais e sonoros. O alvo principal tem sido Manuel Rosales, um líder opositor que é o favorito para prefeitura de Maracaibo, a segunda principal cidade da Venezuela. Um dos anúncios o mostra discutindo a compra de jóias caras, juntamente com efeitos sonoros e as imagens de anéis e um relógio Cartier.Outro anúncio revela a conversação de Rosales negociando a aquisição de gado, com o som ao fundo de mugidos e o desenho de moedas. Outros políticos, assim como jornalistas e diplomatas, também tiveram suas conversas privadas, além de fotografias e vídeos, divulgadas na TV."Eles usam sistemas vergonhosos para obter informações, mas isso é problema deles. Eu estou sossegado", disse Rosales.Grande parte das informações teria sido interceptada pelos serviços de inteligência e o governo teria passado trechos selecionados para as redes estatais. Mario Silva, um apresentador de TV pró-Chávez que comanda um programa criticando os rivais políticos, está concorrendo para o governo do Estado de Carabobo. Silva divulgou conversas de oficiais do Exército supostamente planejando derrubar o presidente, assim como fotos de um diplomata americano vestido como freira e usando seios falsos durante uma festa de Halloween. Pesquisas de opinião indicam que a oposição vai vencer em vários Estados e cidades importantes nas eleições de domingo por causa da frustração da população com o aumento da criminalidade, inflação e os serviços públicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.