Chávez vence o referendo na Venezuela

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, sobreviveu ao referendo popular que o poderia ter retirado do cargo, segundo resultados anunciados nesta madrugada. Partidários do presidente imediatamente soltaram fogos de artifício e comemoram nas ruas da capital Caracas, ainda antes de o dia amanhecer. Francisco Carrasquero, presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), declarou que Chávez é o vencedor.A contagem divulgada mostra Chávez com 58,25% dos votos, contra 41,74% obtidos pela oposição, com 94% dos votos contados. Segundo a líder da oposição, Haydee Deutsch, houve fraude e os adversários do presidente "não têm dúvida de quevenceram por gran de maioria". Carrasquero disse que 4.991.483 votos foram favoráveis a Chávez, contra 3.576.517 que pediam sua saída do cargo.Pouco depois de Carrasquero ter feito o anúncio, dois dos cinco membros da liderança do CNE disseram que não poderiam apoiar o resultado. Ezequiel Zamora e Solbella Mejias, ambos conhecidos simpatizantes da oposição, afirmaram que os procedimentos de checagem não foram realizados como deveriam. "Esses resultados parciais que parte do CNE quer apresentarao público não podem ser considerados oficiais", disse Mejias.O ex-presidente dos EUA Jimmy Carter e o residente da Organização dos Estados Americanos (OEA), Cesar Gaviria, não fizeram declarações sobre o resultado do referendo, no qual ambos atuaram como observadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.