Chávez vence referendo com 54% dos votos

O presidente Hugo Chávez saiu vitorioso no referendo sobre a reeleição ilimitada na Venezuela. Com 94,20% das urnas apuradas, o ?sim? estava vencendo por 54,36%, enquanto o ?não? tinha 45,63%, segundo o primeiro boletim do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), divulgado às 21h35 locais (23h05 em Brasília). A abstenção foi de 32,95%, considerada baixa para os padrões da Venezuela. Logo depois do anúncio, Chávez começou a celebrar cantando o hino nacional diante de milhares de partidários, na sacada do Palácio Miraflores, sede do governo. ?A partir de hoje, me consumirei a vida toda ao serviço do povo venezuelano?, disse o presidente, citando uma carta de São Paulo. Chávez anunciou que, com a aprovação da reeleição ilimitada, ?começa o terceiro ciclo da revolução, entre 2009 e 2019?. Chávez, cujo segundo mandato sob a Constituição de 1999 termina em 2013, lançou-se ?pré-candidato? para a eleição de 2012, para o período de 2013 a 2019.?A partir de hoje, consagro-me inteiramente ao povo venezuelano?, enalteceu. ?Hoje vocês escreveram meu destino político, que é igual ao meu destino de vida.? Ele reafirmou seu compromisso com o socialismo e prometeu transformar a Venezuela numa ?potência?. O presidente disse que a primeira mensagem de felicitações que recebeu foi a do líder cubano Fidel Castro. ?Esta vitória é sua também, Fidel, e do povo cubano e dos povos da América Latina?, declarou Chávez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.