Chávez visita o papa Bento XVI e felicita Prodi

Antes de participar da 5ª Reunião de Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da América Latina, Caribe e União Européia, em Viena, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, fez uma visita à Itália. Na manhã desta quinta-feira, Chávez foi recebido pelo papa Bento XVI em audiência no Vaticano. Antes, pelo telefone, conversou com o líder da coalizão de centro-esquerda, Romano Prodi, para cumprimentá-lo pela vitória nas eleições de 9 e 10 de abril.Prodi manifestou a Chávez o "profundo" interesse da Itália emmanter uma relação construtiva e de colaboração, mais intensa com a América Latina, informa uma nota do seu gabinete. Chávez também reuniu-se com o presidente da Câmara dos Deputados, Fausto Bertinotti, que defendeu a necessidade de estreitar os laços entre a União Européia e a América LatinaBento XVIO papa expressou a Chávez preocupação para com a reforma educacional da Venezuela já que não haveria espaço para a "doutrina religiosa nos colégios". Outro assunto que o pontífice abordou foi o dos programas de saúde pública, pedindo que o governo venezuelano "mantenha o como ponto básico a proteção da vida desde o seu início".A conversa entre Chávez e Bento XVI se deu na biblioteca particular do papa e durou cerca de 35 minutos. Durante a reunião, o papa entregou ao presidente uma carta com seus pedidos "para o bem do país".Bento XVI, ao final da reunião, entregou a Chávez uma medalha, feita de outro, prata e bronze e um exemplar da encíclica "Deus Caritas est" (Deus é Amor).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.