Chávez visita Síria em viagem 'anti-imperialista'

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, visitou nesta quinta-feira a Síria, como parte de um giro internacional que busca se opor ao que o líder qualifica como "imperialismo" dos Estados Unidos. Chávez chegou ontem à capital Damasco, após ter partido de Teerã, onde se encontrou com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

AE-AP, Agência Estado

21 de outubro de 2010 | 11h37

Chávez e Ahmadinejad disseram estar unidos em seus esforços para estabelecer "uma nova ordem mundial", que eliminaria o domínio do Ocidente nos assuntos mundiais. Desde que o presidente Barack Obama assumiu o poder, a Casa Branca fez vários gestos de aproximação com a Síria.

O presidente venezuelano defendeu ainda o controverso programa nuclear iraniano. Washington acusa Teerã de buscar armas nucleares, mas o governo de Ahmadinejad garante ter apenas fins pacíficos. Antes de parar no Oriente Médio, Chávez passou por Rússia, Bielo-Rússia e Ucrânia. Posteriormente, viajará até a Líbia e Portugal, onde se encontra com o primeiro-ministro José Sócrates para firmar uma série de acordos de cooperação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.