Chávez volta à Venezuela após quimioterapia em Cuba

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, voltou para seu país sem anúncio prévio, na noite de quinta-feira, após ter ido para Cuba realizar mais uma sessão de quimioterapia. Chávez afirmou que vai tentar concluir sua recuperação antes do que promete ser uma árdua campanha para a reeleição.

AE, Agência Estado

23 Setembro 2011 | 11h30

O líder de 57 anos, que voltou de Havana após a quarta e, segundo ele, última sessão do tratamento contra o câncer, foi recebido no aeroporto de Maiquetia, nas proximidades de Caracas, por ministros e um contingente militar.

Usando um agasalho de ginástica branco e azul, o presidente disse que vai passar para o próximo estágio de sua recuperação - de um tipo não divulgado de câncer - e que vai se concentrar nas terapias e exercícios físicos.

"Foram quatro sessões nos últimos meses", disse Chávez durante rápidas declarações na televisão. "Os resultados são muito bons."

Ainda não está claro se Chávez conseguirá participar do tipo de campanha vigorosa que o mantém no cargo desde 1989.

Chávez disse que realizou uma série de exames médicos e discutiu assuntos atuais com o líder cubano Fidel Castro. "Eu sinto como se tivesse nascido de novo", disse Chávez, logo após retornar ao país.

Autoridades eleitorais do país marcaram a eleição presidencial para outubro de 2012 e muitos analistas esperam uma corrida apertada. O ex-oficial do Exército enfrenta uma geração emergente de líderes de oposição que incorporaram parte de sua retórica populista, mas com uma plataforma mais ao centro. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Venezuela Chávez tratamento câncer

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.