Chávez volta hoje a Cuba para retomar tratamento

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou ontem que voltará hoje à noite para Cuba, onde se submeterá à terceira fase do tratamento de radioterapia para o câncer na região pélvica que combate há cerca de um ano. "Amanhã (hoje) à noite, voltarei a Havana para seguir na batalha pela saúde e pela vida", declarou Chávez num discurso feito no Palácio de Miraflores e transmitido pela estatal Venezolana de Televisión (VTV).

CARACAS, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2012 | 03h02

O anúncio de Chávez põe fim à série de especulações, iniciada na véspera, de que o presidente venezuelano viajaria no fim de semana para o Brasil, onde se encontraria com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, secretamente, se submeteria a exames no Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo. Os rumores ganharam força, principalmente, por meio do blog do jornalista venezuelano Nelson Bocaranda.

Segundo o jornalista, divergências entre médicos brasileiros, cujos nomes Bocaranda não divulgou, e a equipe cubana que trata de Chávez teriam convencido o presidente a submeter-se aos exames no Brasil - usando o pretexto de que se reuniria com Lula. O médico do Sírio Raul Cutait desmentiu ontem de forma categórica, em conversa com o Estado, que o hospital estivesse se preparando para receber Chávez.

Em nota oficial, a Embaixada da Venezuela em Brasília também desmentiu os boatos que envolvem o tratamento do presidente venezuelano.

Em seus posts na internet, Bocaranda vem dando a entender que o câncer de Chávez teria se espalhado por outros órgãos, o que poderia impedi-lo de fazer campanha para as eleições presidenciais de outubro, nas quais concorre a um novo mandato. A embaixada no Brasil rejeita essa versão. "O tratamento ao qual o presidente se submete em Cuba tem os resultados esperados, plenamente satisfatórios", diz a nota. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.