Chechenos acusam russos de matar 4 crianças

Um porta-voz do presidente checheno, Aslan Masjadov, acusou ontem soldados russos de terem matado quatro crianças, entre elas, dois sobrinhos do vice-primeiro-ministro Alsultanov. Os cadáveres das quatro crianças, que foram vistas pela última vez na companhia dos soldados russos, foram encontrados ontem nos arredores do povoado de Alleroy, no leste da república separatista. O presidente da Chechênia pediu que as organizações de defesa dos direitos humanos investigam o caso. O porta-voz também acusou o serviço russo de segurança, o FSB, de ter assassinado três representantes locais de um grupo humanitário na região de Grozny. As informações não foram confirmadas por fontes independentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.