Chechenos libertam mais sete reféns em Moscou

Os rebeldes chechenos libertaram mais sete pessoas, no início da madrugada desta sexta-feira (horário de Brasília), do teatro de Moscou, onde centenas de pessoas são reféns, a cerca de 35 horas, de pelo menos 40 separatistas chechenos. Entre os libertados estão homens e mulheres, todos cidadãos russos, informou o porta-voz do Serviço de Segurança Federal, Sergei Ignatchenko. Não se sabe qual foi o critério utilizado pelos rebeldes para a escolha dessas pessoas. As negociações continuam e o principal foco da polícia russa é libertar mulheres, crianças e cerca de 60 estrangeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.